Mayara & Annabelle Vol. 1

3.5

NOTA DO AUTOR

Podemos contar história de fantasia usando um contexto regional? Pablo Casado e Talles Rodrigues nos provam que sim! Mayara & Annabelle é a história de duas funcionárias públicas da SECAFC (Secretaria de Controle de Atividades Fora do Comum), cujo trabalho é nos manter a salvo de toda e qualquer ameaça sobrenatural (ou fora do comum, como preferir).

A história desse volume começa em São Paulo, onde a ninja Mayara tem uma reunião com seu chefe, Salgado, que a informa que ela não vai voltar a trabalhar na SECAFC-SP. Ele teve que cobrar muitos favores e também oferecer alguns para que ela não fosse exonerada, conseguindo que ela fosse apenas transferida. Corta a cena para Fortaleza, capital do Ceará, onde a maga Annabelle passeia tranquilamente e, após combater um pequeno demônio batedor de carteira, é informada que vai ter uma nova parceira de trabalho.

Não preciso dizer que nenhuma das duas fica feliz com as novidades, né? Mayara é muito caxias com o trabalho, enquanto Annabelle é bem mais relaxada. Tudo por causa do contexto, afinal, uma é da maior cidade do país, com toda a demanda de trabalho que isso traz, enquanto a outra é de uma bela capital nordestina, com suas praias maravilhosas e há 20 anos com o título de estado com a menor atividade fora do comum do país.

O conflito inicial entre as duas é até natural, e segue assim por algum tempo. A coisa começa a mudar quando um caranguejo gigante ataca Fortaleza e as duas precisam acabar com a ameaça. Annabelle sabe que alguma coisa estranha está acontecendo, porque esse nível de atividade fora do comum não acontece no Ceará desde os anos 80. O negócio fica ainda mais esquisito quando Mayara é atacada na porta de casa pelo pistoleiro-demônio Alma Sebosa, que estava fora do radar desde o final dos anos 80. A ninja é salva por Annabelle, que voltou ao apartamento porque Mayara havia esquecido a chave no táxi em que estavam.

Aí, a amizade das duas já estava estabelecida e ficamos sabendo o real motivo da Mayara quase ter sido despedida. Ela chamou a atenção de vários demônios graúdos e agora eles queriam a sua cabeça. Alma Sebosa ainda faz um ataque em sua forma final e só o trabalho em equipe das duas será capaz de rechaçar esse demônio.

Mayara & Annabelle Vol. 1 tem roteiros de Pablo Casado, que ficou conhecido por Sabor Brasilis (escrita junto com Hector Lima e ilustrada por Felipe Cunha e George Schall), e desenhos de Talles Rodrigues, autor de Cortabundas – Pânico no José Walter. Os desenhos do Talles se encaixam perfeitamente no tipo de história contada aqui. Com forte influência do mangá, a narrativa me lembra muito “As Meninas Superpoderosas”. Há algo de fofinho no traço do Talles, mesmo quando desenha um demônio-caranguejo gigante. Os regionalismos que encontramos nessa edição são o ponto alto. Como nordestino de criação, é impossível não me identificar com algumas das passagens encontradas no gibi, mesmo sem os demônios. Apesar disso, mesmo quem não conhece tão bem a região Nordeste vai se divertir com essa história.

Com um gancho excelente no final da revista, Talles e Pablo prometeram o fechamento desse arco inicial em 5 volumes. Os volumes 2 e 3 já foram lançados (teremos reviews em breve aqui no site) e o quarto já está com o roteiro finalizado, com o lançamento programado para o final desse ano e deverá ser financiado através do Catarse.

Os primeiros volumes podem ser adquiridos AQUI.

 

  

Roteiro: Pablo Casado.

Arte: Talles Rodrigues.

Editor: Pablo Casado e Talles Rodrigues.

Capa: Talles Rodrigues.

Publicação original: dezembro de 2014.

No Brasil: -

Nota dos editores:  2.3

Nota dos leitores:  4.0

 

  iTunes   Fale com a gente!

Um comentário sobre “Mayara & Annabelle Vol. 1

Deixe uma resposta